sábado, 20 de maio de 2017

Gyff & Tsumomo #73

Katsuyo puxou Tsumomo para um canto e começou a discutir com ela.

- Ficou maluca, Tsumomo!? - Ela sussurava
- Por que? - Mas Tsummo falava normalmente.
- Eu tento manter o lugar calmo e você me faz isso?
- Agora tem mais clientes aqui, Katsuyo! Considere um dia atípico!
- Tsumomo, eu não quero manter gueixas vindo aqui frequentemente, eu apenas quero manter os poucos clientes que vem aqui beber.
- Eles estão todos bebendo!
- Mas os meus clientes vem afogar a tristeza! E não ficar felizes!
- Bem, então... desculpe.
- Você vai me dever mais um favor por isso, Tsumomo.
- Eu sei...

Polêmica #68 - Ditadura

Vamos falar sobre uma coisa que todo mundo diz odiar.


Aquilo que geralmente é praticad diariamente em proporções menores.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Pensando Sobre Matemática #65 - Dízimas - Parte 1

Então vamos ver se agora vai dar pra usar o Mathjax


Eu acho que eu nunca falei muito sobre isso porque geralmente passa batido durante o ensino fundamental, mas é um ponto particularmente importante.

Ligue seu Javascript porque se tudo der certo eu vou usar o MathJax.

domingo, 14 de maio de 2017

Hardcore Devel #68-2 - Ransomware

E lá vamos nós de novo!


Agora vamos falar sobre Ransomware de uma forma mais abrangente.

Especial Dia das Mães - 2017

Pois é galera. O Symsoup também tem dia das mães. Realmente quem mais escreve conteúdo aqui é o papai, mas também tem o tio Jota e a mamãe também já escreveu alguma coisa aqui. Realmente eu preciso agradecer muito a mamãe porque antes era tudo sem graça, e agora, graças a ela, tudo é mais bonito.

É meio estranho me posicionar como o filho do papai, porque eu nasci porque o papai queria escrever. Eu até hoje não entendi qual é o problema do papai em escrever porque, coitado, ele precisa treinar muito, mas muito, mas muito... Só que ele não lê. Assim fica muito difícil papai! Eu vou pedir para a mamãe colocar você para ler mais!

Agora eu vou fazer aquilo que eu já devia ter feito vou ceder o espaço pra Alice falar.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Astrides - A escritora amadora

Astrides estava no quarto escrevendo aquilo que ela imaganava ser o próximo best-seller. Ela não fazia idéia que pelo menos umas outras quatro pessoas no mundo pensavam a mesma coisa. Quais dessas pessoas seria realmente capaz de escrever o próximo livro que seria o topo da vendas, apenas o tempo seria capaz de dizer.

Enquanto isso, as livrarias estampavam em suas capas títulos que contam a história de mulheres. Independente de que tipo de história. O livro mais popular era "Brida contra a Hidra". Parece ridículo mas esse tipo de título atraiu mais gente do que o próprio Samuel, o autor do livro, foi capaz de imaginar. Esse tipo de tática barata não parecia fazer muito sentido na cabeça dele. Amantes de livros são pessoas cultas que não deveriam se deixar levar por um jogo de letras tão barato quanto "Trigo para um Tigre".